As varandas evoluíram de “balcões” aonde aconteciam discursos, para ambientes de “ terapia” familiar, em que nos reunimos para desfrutar uma refeição leve. Mas para compreender inteiramente uma varanda e sua finalidade, é preciso primeiro defini-la Derivado do balconeitaliana que significa andaime, a alta balcho alemão ou feixe, e também do balkaneh persa, uma varanda é uma espécie de plataforma que se projeta da parede de um edifício, sustentada por colunas, suportes ou em balanço e fechado com uma balaustrada.

Remontam há mais de dois mil anos à Grécia Antiga, quando provavelmente estavam voltadas para aumentar a circulação do ar em climas quentes ou aumentar a luz natural para o interior de um edifício.

A varanda é uma parte integrante da fachada de um edifício. Ao longo dos anos, varanda estilos evoluíram para refletir as mudanças no projeto, construção e materiais de construção estruturais. A varanda maltês tradicional é uma varanda fechada de madeira projetada a partir de uma parede.

Deixe uma resposta